Buscar
  • Blog da Sensus Psi

Psicologia Jurídica


A Psicologia Jurídica é um campo de atuação Psi reconhecido pelo CFP no ano 2000.


Apesar da história da Psicologia e da Avaliação Psicológica, também estarem atrelada ao desenvolvimento dessa área, pouco ou quase nada se produzia e se sabia até então.


Quem atua nessa área tem que saber articular os conhecimentos da Psicologia, em especial Avaliação Psicológica, Psicologia do Desenvolvimento, Psicologia Social, Psicopatologia, Neuropsicologia e a linha teórica com a ciência social aplicada do Direito. Portanto, deve conhecer muito bem o Direito Civil, Penal, Trabalhista, Criança e Adolescente, Idoso e Mulher.


A Psicologia Jurídica se subdivide em 4 subáreas:

1. PSICOLOGIA INVESTIGATIVA

2. PSICOLOGIA FORENSE

3. PSICOLOGIA CRIMINAL

4. PSICOLOGIA PENITENCIÁRIA


Fazendo parte das Ciências Forenses a Psicologia Jurídica tem emergência de dois papéis fundamentais Perito e Assistente Técnico, podendo atuar tanto através de concurso público como de forma privada.


Essa é uma das áreas que mais cresce no Brasil, e você pode fazer parte desse universo.


Saiba que por trás de um conflito jurídico há sofrimento psíquico e nesses casos a Psicologia cumpre um valor humano fundamental: a garantia de direitos fundamentais. Texto escrito por: Altiere Ponciano - CRP-10/02818